Archive for outubro, 2008

Guia dos Suplementos

O guia completo dos suplementos

Os produtos que você precisa para ganhar músculos e energia

Por: Adriana Toledo e Wilson Weigl
O grande trunfo para ter um corpo saudável é adotar uma alimentação equilibrada, que inclua todos os grupos alimentares: os energéticos (massas e pães), ricos em carboidratos, combustíveis da atividade física; os reguladores (frutas e legumes), que contém fibras, vitaminas e minerais, fundamentais para as funções metabólicas; e os construtores (carnes e laticínios), que fornecem proteínas, responsáveis pela formação e renovação da pele, da musculatura e dos ossos. Entretanto, por mais que capriche na dieta, ela pode não dar conta do recado se você malha pesado ou pratica esportes de alta intensidade. Aí entram os suplementos nutricionais, produtos que dão aquele algo a mais para você ganhar velocidade em campo, exibir um peitoral poderoso ou correr muitos quilômetros sem se cansar.

Daí começam as dúvidas. Qual escolher? Onde comprar? Quando tomar? Mesmo ao optar por um produto de qualidade e procedência reconhecidas, siga a orientação de uso sugerida pelo fabricante. “A sobrecarga de nutrientes pode provocar problemas renais e lesões no fígado”, avisa Renata. Por fim, não confunda suplementos nutricionais com esteróides anabolizantes, drogas ilegais conhecidas como “bombas” e comercializadas por baixo do pano. Elas são do mal: seu uso continuado causa disfunções sexuais, calvície e até câncer.

AFINAL, O QUE SÃO?
“Os suplementos fornecem ao organismo substâncias que, nas refeições, não são ingeridas em quantidade suficiente a ponto de promover ganhos significativos de energia ou massa muscular”, explica o fisiologista Turíbio Leite de Barros, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e do São Paulo Futebol Clube. Apenas algumas cápsulas ou colheres desses produtos são suficientes para fornecer ao seu corpo, por exemplo, uma quantidade de proteína que você só conseguiria se comesse quilos de picanha ou peito de peru todos os dias.
QUAL O MAIS APROPRIADO?
Antes de mais nada, é fundamental saber quais os suplementos que melhor se adequam à meta que quer atingir, levando em conta fatores como dieta e tipo de atividade física. Para quem gasta muita energia, como corredores e triatletas, são indicados produtos hipercalóricos, enquanto adeptos da musculação precisam de ênfase em proteínas. “O ideal é consultar um especialista em nutrição ou medicina do esporte. Ele pode criar um plano individual que leve em conta o objetivo do atleta”, aconselha o nutrólogo Carlos Alberto Werutski, de Porto Alegre, coordenador do Departamento de Atividade Física da Associação Brasileira de Nutrologia.
COMO ESCOLHER O IDEAL?
Como nem sempre dá para contar com a assessoria de um profissional de nutrição, você acaba tendo que escolher sozinho. Daí, vai a uma loja especializada e fica perdido no meio de prateleiras lotadas de produtos, nacionais e importados. Sem falar na absurda variação dos preços.
>> Procure uma loja idônea. Depois conte com a experiência do vendedor: teste o conhecimento dele, pergunte, especule, compare marcas e avalie a relação custo/benefício de cada produto.
>> Não parta do princípio de que todo suplemento importado é melhor. “Os produtos nacionais alcançaram excelente padrão de qualidade. Boa parte das matérias-primas utilizadas aqui são importadas”, diz a nutricionista Débora Mocelin, coordenadora de pesquisa e desenvolvimento do Núcleo de Suplementos Esportivos da Nutrilatina, de Curitiba.
>> Procure na embalagem a sigla MS seguida de um número que corresponde ao registro do produto no Ministério da Saúde. “A inscrição garante que a fórmula foi inspecionada pelo órgão e contém exatamente os componentes descritos no rótulo”, avisa a médica Renata Castro, da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte.

SIGA NOSSO MANUAL
Para tirar suas dúvidas, elaboramos um guia com as substâncias-chave dos suplementos mais populares. Alguns produtos exibem no rótulo explicitamente o nome do nutriente (BCAA, whey protein, CLA); outros adotam nomes fantasia – por isso, atenção à fórmula. Para elaborar a lista, contamos com a força de Daniela Hueb, nutróloga da Associação Brasileira de Nutrologia; Nailza Maestá, nutricionista do Centro de Metabolismo em Exercício e Nutrição, da Universidade Estadual de São Paulo, em Botucatu (SP); Davi Costa dos Reis, da loja de suplementos Xtreme Nutrition, em São Paulo; e da nutricionista Débora Mocelin, de Curitiba. Conheça as propriedades de cada suplemento e faça a escolha certa.

MELHORE SUA PERFORMANCE E AUMENTE AS RESERVAS DE ENERGIA
Aposte nos carboidratos. Eles são os combustíveis que você precisa ao praticar exercícios intensos ou prolongados (como corrida e futebol). Além de energéticos, eles evitam que o corpo consuma a proteína muscular antes da gordura. Traduzindo, preservam os ombros e os tríceps que você acabou de malhar

Maltodextrina
>> O que é:
carboidrato vindo do amido de milho.
>> Como é encontrado: pó.
>> Como age no corpo: a substância repõe a energia gasta durante a atividade física, melhorando o desempenho e retardando a fadiga, por meio da liberação gradual de glicose para o sangue. Como a maltodextrina é facilmente assimilada pelo organismo e metabolizada de maneira lenta e constante, seu consumo proporciona um gás extra para a prática de esportes como futebol, vôlei, basquete e corrida.
>> Dose recomendada: duas colheres de sopa diluídas em um copo (300 ml) de água, três vezes ao dia.
>> Quando tomar: antes, durante e após o esforço físico.

Ribose
>> O que é:
carboidrato existente nas células, em sua forma natural.
>> Como é encontrado: cápsulas e pó.
>> Como age no corpo: aumenta o pique e acelera a recuperação muscular pós-treino, ao estimular a reposição da molécula mais importante relacionada à produção de energia, a adenosina trifosfato (ATP), usada em todos os processos metabólicos do corpo. A ribose fornece combustível para que os músculos trabalhem em seu nível máximo, especialmente durante exercícios que exigem arrancadas e explosões de força, como luta, futebol, basquete e corrida. A substância também retarda a fadiga e ajuda os músculos a se recuperar em menos tempo.
>> Dose recomendada: de 2 a 5 gramas ao dia.
>> Quando tomar: antes da atividade física.

Energético em gel
>> O que é:
mix de carboidratos, como latodextrina, frutose e glicose, isentos de gorduras.
>> Como é encontrado: sachês de diversos sabores.
>> Como age no corpo: de rápida digestão e assimilação, esse suplemento fornece energia rápida e também repõe sais minerais que
o corpo perde junto com o suor, como sódio, potássio e selênio, proporcionando ação antioxidante. A embalagem prática favorece seu consumo ao longo de treinos e competições.
>> Dose recomendada: depende da duração e da intensidade do esforço.
>> Quando tomar: um sachê antes do exercício e um a cada 30 minutos.

Hipercalórico ou massa anticatabólica

>> O que é: suplemento com alta concentração de carboidratos e proteínas e baixo índice de gorduras, acrescido de vitaminas e sais minerais.
>> Como é encontrado: pó.
>> Como age no corpo: é indicado principalmente para quem quer manter massa corporal magra ou pratica esportes de alta intensidade, como maratonistas e triatletas. Os carboidratos fornecem energia para ser queimada durante o exercício, e as proteínas (whey protein, albumina e soy protein, entre outras) evitam o que o corpo “queime” os músculos após o treino (catabolismo).
>> Dose recomendada: de duas a quatro medidas cheias do produto em um copo de leite integral (300 ml). A quantidade de porções diárias depende do treino e do objetivo.
>> Quando tomar: logo depois da atividade física ou para enriquecer a dieta diária.

 

QUEIME GORDURA E PERCA PESO
Conhecidos como fat burners, estes suplementos aumentam a termogênese, o consumo de calorias pelo organismo, e usam as reservas de gordura localizada como fonte de energia

CLA
>> O que é: sigla do ácido linoléico conjugado, encontrado em laticínios, carnes e óleos vegetais.
>> Como é encontrado: líquido e cápsulas.
>> Como age no corpo: estudos mostram que o ácido graxo CLA acelera o metabolismo e desempenha importante papel no bloqueio da lipogênese, processo de síntese e armazenamento de gordura. Assim, a substância obriga o corpo a utilizar a gordura acumulada como combustível para a atividade física, tanto em exercício anaeróbicos, como a musculação, quanto em aeróbicos, a exemplo da natação, da corrida e do ciclismo, entre outros.
>> Dose recomendada: de 4 a 6 cápsulas (3 200 mg) por dia.
>> Quando tomar: nas principais refeições.

L – Carnitina (proibida no Brasil)
>> O que é:
substância produzida pelo corpo, também disponível em produtos de origem animal, como carnes, peixes e laticínios.
>> Como é encontrada: líquido e cápsulas.
>> Como age no corpo: estudos mostram que a l-carnitina reduz o acúmulo de gordura corporal, ao conduzir os ácidos graxos até as mitocôndrias (as fornalhas onde ocorre a queima de gordura nas células). Sua comercialização em lojas de suplementos esportivos está suspensa no Brasil, por ordem da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
>> Dose recomendada: duas colheres de sopa ou uma cápsula, uma
ou duas vezes por dia.
>> Quando tomar: antes da atividade física.

 

CONSTRUA MÚSCULOS E GANHE FORÇA
Proteínas e aminoácidos são os tijolos que seu corpo precisa para definir o abdome e fazer crescer os bíceps e o peitoral

Whey Protein
>> O que é: proteína extraída do soro do leite.
>> Como é encontrada: pó em diversos sabores.
>> Como age no corpo: campeão de vendas nas lojas , é o suplemento ideal para quem malha pesado, pois a proteína alimenta os músculos e evita o catabolismo – quando o corpo queima massa ao repor a energia gasta no treino.
>> Dose recomendada: duas medidas em um copo de água (200ml), duas vezes ao dia.
>> Quando tomar: ao acordar (ou antes de dormir) e logo após a sessão de musculação.

Soy Protein
>> O que é: proteína isolada de soja.
>> Como é encontrada: pó.
>> Como age no corpo: proporciona os mesmos benefícios do whey protein: estimula o crescimento e a recuperação dos músculos após o treino. A proteína da soja é rica em isoflavona, que previne osteoporose e câncer de próstata.
>> Dose recomendada: três medidas de 60 gramas, dissolvidas no leite três vezes ao dia.
>> Quando tomar: de preferência no café-da-manhã, antes e depois da atividade física.

Creatina
(proibida no Brasil)
>> O que é: substância produzida pelo organismo, também encontrada na carne vermelha.
>> Como é encontrada: pó, tabletes e líquido.
>> Como age no corpo: no corpo, é produzida no fígado. A suplementação satura os músculos com o nutriente, dando combustível para força e ganho muscular. Consumida em todo mundo, no Brasil sua venda em lojas de suplementos foi proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
>> Dose recomendada: em geral, na primeira semana, a dose é de 20 gramas. Depois, bastam 5 gramas diárias.
>> Quando tomar: as doses devem ser fracionadas ao longo do dia.

Albumina
>> O que é: proteína da clara do ovo.
>> Como é encontrada: pó e tabletes.
>> Como age no corpo: como a whey e a soy protein, é uma proteína de alto valor nutritivo, que fornece nutrientes essenciais para o ganho muscular e a recuperação pós-treino.
>> Dose recomendada: 20 gramas três vezes ao dia.
>> Quando tomar: antes de malhar, no final do treino e antes de dormir.

Barras de proteínas

>> O que são: alimento enriquecido com proteínas animais e vegetais, carboidratos, vitaminas, minerais e gorduras saudáveis.
>> Como são encontradas: barras de 50 gramas, em média, em diversos sabores.
>> Como agem no corpo: ricas em whey e soy protein e BCAA , contribuem para o crescimento dos músculos. Evitam a fadiga pós-treino e a perda de massa provocada pelo catabolismo (processo em que o organismo queima energia dos músculos em vez da gordura).
>> Dose recomendada: duas barras por dia.
>> Quando comer: antes ou depois da atividade física ou como lanche, entre as principais refeições.

Óxido nítrico (NO2)

>> O que é: gás natural composto de moléculas de nitrogênio e oxigênio.
>> Como é encontrado: tabletes e cápsulas.
>> Como age no corpo: tem efeito hemodilatador (aumenta o calibre dos vasos sangüíneos), favorecendo o fluxo do sangue e o aporte de oxigênio e nutrientes para os músculos. Esse efeito, conhecido como “bombeamento”, favorece o ganho muscular.
>> Dose recomendada: oito cápsulas por dia.
>> Quando tomar: de 30 a 40 minutos antes do exercício físico.

BCAA
>> O que é:
abreviatura de branch chain amino acids (aminoácidos de cadeia ramificada), é a combinação de três aminoácidos, leucina, valina e isoleucina.
>> Como é encontrado: pó, tabletes e cápsulas.
>> Como age no corpo: estimula o crescimento muscular, contribui para o aumento de força e evita o catabolismo (quando seu corpo faminto rouba nutrientes dos músculos depois do treino).
>> Dose recomendada: duas cápsulas, duas vezes ao dia.
>> Quando tomar: 30 minutos antes e imediatamente após o exercício.

Glutamina
>> O que é: aminoácido encontrado em fontes de proteínas, como carne, leite e soja.
>> Como é encontrado: pó.
>> Como age no corpo: promove aumento muscular e nutre as células imunológicas, estimulando a produção de anticorpos. Por minimizar a fadiga resultante da síndrome de overtraining (OTS) é indicada para quem treina pesado.
>> Dose recomendada: 5 gramas duas vezes ao dia.
>> Quando tomar: após a atividade física e ao deitar.

Aminoácidos líquidos
>> O que são: nutrientes obtidos pela quebra da molécula de proteína em pequenas partículas.
>> Como são encontrados: líquido.
>> Como agem no corpo: por meio do processo químico chamado hidrólise enzimática, a proteína é fragmentada em “pedaços” microscópicos, mais facilmente digeridos pelo organismo, favorecendo o crescimento e a recuperação muscular depois da malhação.
>> Dose recomendada: quatro colheres de sopa, de uma a quatro vezes ao dia.
>> Quando tomar: antes e após os exercícios.

 

TENHA MAIS VIGOR E DISPOSIÇÃO E COMBATA O ESTRESSE
Vitaminas e minerais são nutrientes fundamentais para todas as funções vitais, mas o corpo não produz a maior parte deles. Quem pratica esportes tem ainda mais necessidade de complementar a dieta com suplementos. Quando você treina pesado, eles fazem a diferença no dia seguinte

Polivitamínicos e poliminerais
>> O que são: fórmulas que contêm as principais vitaminas e minerais.
>> Como são encontrados: cápsulas.
>> Como agem no corpo: aceleram o metabolismo, aumentam a energia e combatem a fadiga, fornecendo ao corpo nutrientes que podem faltar na alimentação, como vitaminas A, C, D e E e minerais como cálcio, zinco e selênio. Têm também efeito antioxidante, inibindo a ação dos radicais livres, moléculas presentes no ar que lesionam os tecidos e são responsáveis pelas dores pós-treino.
>> Dose recomendada: em geral, duas cápsulas por dia ou segundo a orientação do fabricante.
>> Quando tomar: após as refeições.

Ginseng
>> O que é: extrato concentrado da planta Panax ginseng, com propriedades revigorantes conhecidas pela tradicional medicina chinesa há milhares de anos.
>> Como é encontrado: em cápsulas e na fórmula dos suplementos polivitamínicos.
>> Como age no corpo: além do efeito revigorante e antiestresse, o ginseng melhora a oxigenação celular e retarda a fadiga.
>> Dose recomendada: 1,2 grama (de duas a quatro cápsulas) por dia.>> Quando tomar: nas principais refeições.

 

Fonte: Revista Men’s Health – Ed Abril

Saiba mais sobre suplementos: https://www.socorpo.com.br/

Comments (1)

Reiki

Só por hoje não se preocupe
Só por hoje não se irrite
Só por hoje seja grato por tudo
Só por hoje trabalhe honestamente
Só por hoje seja gentil com todos os seres vivos

Comments (1)

Suplementos Importados

Como já era de se esperar,  os preços de todos os suplementos importados vão subir em média 20%

Vamos esperar que quando o Dolár cair, se cair, haja uma retração nos valores

Tal retração  não ocorreu em um passado próximo quando os preços foram mantidos mesmo com a queda do dólar para 1.60

Saibam que as lojas não tem culpa nisso…..pois o importadores oficiais são os que determinam os preços. Determinam inclusive os preços mínimos de venda.

Sugiro que quem puder faça estoque de produtos que ainda estiverem com preços antigos.

Vamos esperar e ver no que vai dar.
Abçs

Comments (1)

Silício Orgânico

Pílula da juventude
A nova promessa para adiar os estragos da idade é um comprimido de silício orgânico. A substância tem efeitos milagrosos para a beleza, pois traz vitalidade aos tecidos da pele, das unhas e aos cabelos. A seguir, saiba os detalhes dessa

O silício orgânico é um oligoelemento que temos no organismo com a função de regenerar as células da pele e estimular as fibras de sustentação (colágeno, elastina e fibroblastos) para proporcionar firmeza e tonicidade. Além dessas vantagens, ainda fortalece unhas e cabelos. “Com o passar dos anos, há uma perda natural desse componente em nosso corpo, decorrente do envelhecimento e da produção de radicais livres, que deixa a textura da derme mais fina e frágil. Daí a importância de repor o silício”, diz a dermatologista especialista em antienvelhecimento cutâneo Cristiane Braga L. L. Ferreira, do Instituto de Pesquisa e Tratamento da Pele e do Cabelo (SP). Dos 25 aos 60 anos, a pele sofre uma degeneração que leva à perda de 70% de sua elasticidade e o silício ameniza esse prejuízo em mais da metade, trazendo de volta cerca de 40% da firmeza.

MAIS BONITA EM POUCO TEMPO
A reposição pode ser feita por meio de cremes aplicados na cútis ou em forma de cápsulas ingeridas via oral. “Esse segundo veículo é mais potente por permitir uma absorção maior”, esclarece Cristiane. “A recomendação segura é de 150 microgramas, duas vezes ao dia. Doses acima disso não surtem o efeito esperado. Nos cremes a porcentagem é bem inferior e só funciona como coadjuvante.”

Ao final de três meses de tratamento já é possível ver os benefícios desse elixir da juventude: pele menos flácida, mais luminosa e com marcas de expressão, manchas e acne suavizadas. As unhas também se mostram com maior resistência. Nos cabelos a beleza é visível – ficam incrivelmente brilhantes. Isso porque o princípio ativo age no couro cabeludo, regularizando a secreção sebácea e fortalecendo as madeixas. “Mais: suas propriedades hidratantes, antiqueda e antiinflamatórias fortalecem os bulbos capilares, contribuindo para o crescimento dos fios”, diz o dermatologista Valcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira de Estudos do Cabelo (SP).

E não é só. Inúmeras pesquisas apontam a eficácia desse elemento para os ossos, músculos e vasos sanguíneos. Com o fluxo do sangue a mil, ficam reduzidas as possibilidades de edemas e celulite. Também há indícios de que o silício ativa a queima de gordura por atuar diretamente sobre o metabolismo celular, evitando a degradação da enzima que faz a quebra de lipídios. Essa proeza, no entanto, ainda não está comprovada.

Fonte: Revista Corpo a Corpo.

Produtos com Silício Orgânico

Silicio Orgânico + Colágeno

Silício Orgânico + Colágeno

 

Aonde encontrar: https://www.socorpo.com.br/index.asp?secao=27&categoria=113&subcategoria=0&id=323

Comments (4)

Definição Muscular

DEFINIÇÃO MUSCULAR:

 

Antes de dicas e instruções sobre definição muscular devo alertá-los que sem uma certa quantidade de massa muscular, não haverá condições para um bom trabalho de definição.

 

Então se você está muito abaixo do peso (faça sempre uma avaliação física, para saber suas reais condições), procure fazer antes de tudo, um trabalho de desenvolvimento muscular, chamado hipertrofia (hipertrofia = aumento no corte transversal de um músculo em resposta ao treinamento de resistência -força- muscular progressiva), e ao contrário do que se pensa por aí, hipertrofia é apenas o nome que se dá ao trabalho feito para desenvolvimento da musculatura, não significando que você irá ficar “maior” do que deseja, ou ainda musculoso(a) como um fisiculturista.

 

Um bom trabalho de treinamento muscular conta com três fatores muito importantes, treino, dieta e descanso (sono). Para o trabalho de definição muscular, um dos mais importantes é a dieta, pois só através do controle da alimentação, é que se conseguirá ver a musculatura, que se encontra abaixo da gordura sub-cutânea (debaixo da pele).

 

O trabalho de definição muscular baseia –se na premissa básica: POUCA CARGA (mais ou menos 50% da sua capacidade), MUITA REPETIÇÃO (como por exemplo, 4 séries de 15 à 20 repetições, ou mais), POUCO DESCANSO (entre cada série, em torno de 45 segundos no máximo) Este trabalho desenvolve as fibras vermelhas de contração lenta ou ainda chamadas de TIPO I. Para grupos musculares pequenos (como o bíceps, por exemplo), faça pelo menos 3 ou 4 modelos de exercícios diferentes, e para grupos musculares maiores (como o quadríceps, por exemplo), de 4 a 5 modelos de exercícios diferentes.

 

E ressaltando, quanto mais massa muscular você tiver, mais resultados no trabalho de definição você obterá.

 

Elaborado por: Alessandra Toribio

Alessandra Toribio

ale.toribio.missfitness@hotmail.com

Comments (16)

Quinua

As proteínas de que o corpo precisa são compostas de 20 aminoácidos diferentes. Você pode fazer alguns deles a partir de outros aminoácidos, mas existem aminoácidos que não podem ser fabricados pelo corpo e que devem fazer parte da sua dieta. Estes são chamados aminoácidos essenciais.A QUINUA REAL, com 23% de proteínas, possui um balanço de aminoácidos excepcionalmente atrativo para a nutrição humana devido aos seus altos níveis de lisina e metionina. Conta com 20 aminoácidos, dos quais os 10 essenciais (Histidina Isoleucina,, Leucina, Lisina, Metionina, Fenilalanina, Treonina, Triptofano,Valina e Arginina).

De acordo com os resultados de algumas experiências, demonstrou-se que estas proteínas são mais favoráveis ao crescimento que as contidas no leite.O valor mais alto (95) corresponde ao do ovo, o que significa que a cada 100g de proteínas ingeridas, 95 são assimilados.

Para a QUINUA REAL o índice de 75 é considerado alto se comparamos com a carne (60), o Leite (72), Trigo (60) e o Milho (44). Na QUINUA REAL, encontramos principalmente vitaminas A, B6, B1 e, em menores quantidades, as vitaminas E e C. Rica em certos minerais, como o ferro (9,5 mg/100 g de Quinua), fósforo (286 mg/100 g de Quinua) e Cálcio (112 mg/100 g). No que diz respeito aos glucídios (hidratos de carbono), estes apresentam um valor entre 67% a 74%, essencialmente na forma de amido. Estes valores fazem da QUINUA REAL um alimento que oferece uma elevada (347 Kcal por 100g) reserva energética.

A contribuição de proteína para o conteúdo de energia total da QUINUA REAL é 23%; 20% é de gordura e os restantes são de carboidratos. Sua qualidade nutricional é melhor que a da soja, com sais minerais e aminoácidos balanceados. Apesar de altamente protéicos, os grãos não possuem o glúten, proteína encontrada no trigo que impede muita gente alérgica de comer pão, macarrão ou biscoito. A OMS (Organização Mundial de Saúde) considera a QUINUA REAL como alimento único por seu altíssimo valor nutricional. “Se tivesse que escolher um alimento para sobreviver escolheria a QUINUA” Duane Johnson, Universidade do Colorado.

 Orgânica e certificada

A agricultura ecológica ou orgânica “é um sistema de produção que fomenta e melhora a saúde do ecossistema, em particular da biodiversidade, dos ciclos biológicos e da atividade biológica do solo. Sua finalidade é conseguir que o ecossistema seja sustentável” do ponto de vista social, ecológico e econômico.

A produção ecológica da QUINUA REAL é de acordo as normas da INFOAM – International Federation of Organic Agriculture Movements

Seu cultivo é considerado pela NASA como CELSS (Controlled Ecological Life Support System). Os critérios adotados para eleger a Quinua para esse programa foram, entre outros, sua composição nutricional (alta concentração de proteínas ricas em cistina, lisina, metionina e minerais, especialmente Ca, K e Mg).

TABELA NUTRICIONAL (100 Grs. de produto)
Aminoácidos (AA): Perfil de AA: %AA/100gr de proteínas:

Aminoácidos QUINUA Trigo Leite
Histidina * 4.6 1.7 1.7
Isoleucina * 7.0 3.3 4.8
Leucina * 7.3 5.8 7.3
Lisina* 8.4 2.2 5.6
Metionina* 5.5 2.1 2.1
Fenilalanina* 5.3 4.2 3.7
Treonina* 5.7 2.7 3.1
Triptofano* 1.2 1.0 1.0
Valina* 7.6 3.6 4.7
Ácido Aspártico 8.6 - -
Ácido Glutámico 16.2 - -
Cisterina 7.0 - -
Serina 4.8 - -
Tirosina 6.7 - -
Argina* 7.4 3.6 2.8
Prolina 3.5 - -
Alanina 4.7 3.7 3.3
Glicina 5.2 3.9 2.0

* Aminoácidos essenciais

 

 VITAMINAS PERFIL EM 100 gr.

 

  • Vitamina B1 – 30 mg
  • Vitamina B2 – 28 mg
  • Vitamina B3 – 7 mg
  • Vitamina C – 3 mg
  • Vitamina E – 4,1 mg

 

Componente QUINUA Arroz Milho Trigo Aveia Centeio Cevada
Cálcio mg/g 66.60 23.00 150.00 43.70 88.00 54.00 38.00
Fósforo mg/g 408.30 325.00 256.00 406.00 253.00 323.00 376.00
Magnésio mg/g 204.20 157.00 120.00 147.00 0.00 0.00 0.00
Potássio mg/g 1040.00 150.00 330.00 502.00 0.00 0.00 0.00
Ferro mg/g 10.90 2.60 0.00 3.30 5.30 5.80 3.70
Manganês mg/g 2.21 1.10 0.48 3.40 0.00 0.00 0.00
Zinco mg/g 7.47 0.00 2.50 4.10 0.00 0.00 0.00
Umidade % 9.80 10.25 12.28 11.34 12.30 12.70 12.60
Cinza g/100g 4.73 0.60 1.48 1.46 2.60 2.40 1.20
Proteína g/100g 14.16 7.69 10.67 11.72 8.20 10.40 9.50
Fibra g/100g 5.10 0.05 1.68 2.65 8.70 3.40 1.70
Gordura g/100g 5.73 2.20 4.30 2.08 5.60 1.20 1.60
Carboidrato g/100g 59.85 81.30 69.58 70.75 62.60 68.90 73.80

<!–

A QUINUA REAL considerada pela FAO e a OMS como alimento único por seu altísimo valor nutricional. Satisfaz o requerimento da maioria das vitaminas recomendadas pelo Comitte on Dierary Allowances (National Research Council,1989)

As sementes, que contêm 23% de proteína, valor superior ao encontrado na maioria dos cereais. Mais ainda, sua proteína, possui um balanço de aminoácidos excepcionalmente atrativo para a nutrição humana devido aos seus altos níveis de lisina e metionina

Vitaminas em quantidades elevadas , tais como; B1 – B2 – B3 – B6 – C – E. Mais, cálcio, fósforo, ferro e magnésio que os outros cereais

Ë rica em certos minerais, como o ferro (9,5 mg/100 g de Quinua), fósforo (286 mg/100 g de Quinua) e o Cálcio (112 mg/100 g). O importante é o valor biológico destas proteínas. Este índice se define pela presença dos distintos aminoácidos que permitem construir as proteínas, que são utilizadas pelo organismo. O valor mais alto (95) corresponde ao Ovo o que significa que cada 100g de proteínas ingeridas, 95 são assimilados. Para a QUINUA o índice é de 75, considerado alto se comparamos com a carne (60), o Leite (72), Trigo (60) e o Milho (44). Conta com 21 aminoácidos (precursores das proteínas necessárias para um melhor rendimento e elasticidade das fibras musculares., na recuperação de tecidos e células e na produção de hormônios e enzimas) dos quais os 10 essenciais (Histidina Isoleucina,, Leucina, Lisina, Metionina, Fenilalanina, Treonina, Triptofano,Valina e Arginina) que o organismo humano não é capaz de sintetizar por si próprio.

A explicação deste elevado valor biológico tem a ver com sua equilibrada composição de aminoácidos essenciais a Os cereais clássicos tem carências de Lisina, Metionina e Cistína, ponto forte da QUINUA

A contribuição de proteína para o conteúdo de energia total da farinha de semente de Quinua é 23%; 20% é de gordura e os restantes são de carboidratos. A contribuição feita pela proteína para o valor energético de dietas mais bem balançadas está geralmente entre 10 e 15% da energia total , e raramente é maior que 20%. A porcentagem de energia liberada pelo ácido linoléico nas sementes de Quinua é 10%, que a mais alta que o recomendado pela Academia Americana de Pediatria , que recomenda para alimentos infantis o conteúdo de no mínimo 2,7% de energia na forma de ácido linoléico (National Research Council,1989). O alto valor calórico registrado (434,6 Kcal/100g) indica uma energia potencial armazenada nos cereais como proteínas,carboidratos e gorduras. O valor calórico encontrado para a Quinua é o mais alto entre todos os cereais –>Fonte: Quinua Real Brasil

Aonde encontrar: www.socorpo.com.br

Comments (2)

Envelhecimento Precoce

 

Conheça os 10 alimentos que ajudam a combater o envelhecimento precoce.

1. MAÇÃ
Estudos científicos têm demonstrado que o consumo regular de maçãs ajuda a retardar o envelhecimento pele, protegendo-a dos raios solares.
A fruta é rica em fibras e vitamina C, reduz risco de câncer e torna o sistema imunológico mais jovem, pois possui flavonóides e polifenóis.
Uma pesquisa da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, garante que, para prevenir o câncer, uma maçã pequena e com casca tem o mesmo poder de arrasar os temidos radicais livres que 30 copos de suco de laranja (63 calorias em cem gramas).
A maçã é excelente para prevenir e manter a taxa de colesterol em níveis aceitáveis. Esse efeito é devido ao alto teor de pectina, encontrada na casca. Também tem um efeito acentuado para emagrecimento, pois a pectina dificulta a absorção das gorduras, da glicose e elimina o colesterol. O alto teor de potássio contido na polpa da maçã faz eliminar o sódio excedente, eliminando o excesso de água retida no corpo.

2. AVEIA

De todos os cereais, a aveia é uma das mais ricas em fibras. Ela ajuda a diminuir o colesterol ruim, o LDL. A quantidade recomendada: 40 gramas por dia de farelo ou 60 gramas da farinha.
A aveia previne doenças cardiovasculares por seus efeitos sobre o colesterol, a arteriosclerose, o envelhecimento dos tecidos, a hipertensão arterial e por seus efeitos como antiinflamatório. Para os dentes, combate as cáries. Melhora a concentração e o esgotamento mental. É útil em enxaquecas, insônia, hiperatividade e ansiedade.
Indicada para controle de diabetes, como estabilizadora do nível de açúcar no sangue, porque estimula a atividade do pâncreas, e também como fonte de energia para assimilação lenta e de fibras.

3. ALHO
Um estudo realizado na Alemanha, chegou à conclusão de que 1 grama de alho consumido por dia reduz em 80% o volume na placa de aterosclerose nas artérias.
Pesquisas recentes mostram que alguns de seus componentes, como a alicina (substância responsável pelo sabor e odor), inibem uma bactéria que causa a úlcera e que tem sido apontada como precursora do câncer gástrico.
Reduz a pressão arterial e protege o coração ao diminuir a taxa de colesterol ruim e aumentar os níveis do colesterol bom, o HDL.
Pesquisas indicam que pode ajudar na prevenção de tumores malignos.
Quantidade recomendada: um dente por dia (para diminuir o colesterol e a pressão arterial).
Rico em componentes que ativam o sistema imunológico e combatem vírus, bactérias e fungos que causam infecções, o alho pode agir como coadjuvante no tratamento de resfriados, gripes e aftas, por exemplo.
Além disso, graças aos compostos fitoquímicos (alicina e ajoeno), o alimento ajuda a baixar os níveis de açúcar no sangue e tem ação antioxidante importante no controle do câncer.

4. SOJA
A soja é reconhecidamente o alimento que tem maior teor protéico.
Ajuda a reduzir o risco de doenças cardiovasculares, segundo a FDA.
Seu consumo regular pode diminuir os níveis de colesterol ruim em mais de 10%. Há indicações de que também ajuda a amenizar os incômodos da menopausa e a prevenir o câncer de mama e de cólon.
Quantidade recomendada: 150 gramas de grão de soja por dia, o equivalente a uma xícara de chá (para reduzir o colesterol).
As substancias presentes na soja atuam devido ao fato de que a leguminosa é rica em isoflavonas. É um fitoestrôgenio, pois imita o estrógeno (hormônio sexual feminino). Quando elas entram no organismo da mulher na menopausa, são capturadas pela mesma proteína que carrega o hormônio estrógeno. Essa proteína leva as isoflavonas até o receptor do estrógeno, onde elas irão atuar como o hormônio, fazendo o papel dele no corpo da mulher. Consumida três vezes por semana a partir dos 25 anos, ajuda as mulheres a manterem os níveis de hormônio regulares depois da menopausa.

5. AZEITE DE OLIVA
Evitar todos os óleos vegetais parcialmente hidrogenados reduzirá sua idade verdadeira em 2,7 anos.
Azeites com baixa acidez (de até 0,8%) são chamados de extravirgem e são os de maior qualidade. Para ter essa característica, não podem passar por processos térmicos ou químicos. Sua extração é feita a frio, a temperaturas inferiores a 27ºC, de maneira a conservar melhor aroma e sabor.
Ajuda a prevenir a arteriosclerose e seus riscos; melhora o funcionamento do estômago e do pâncreas; digere-se com maior facilidade do que qualquer outra gordura comestível, não tem colesterol e proporciona a mesma caloria dos outros óleos; acelera as funções metabólicas.
Azeite extra virgem tem muitos antioxidantes anticancerígenos: ômega 3 e esqualeno (que é um composto que previne câncer de cólon).
Extravirgem significa que o nível de acidez é menor que 1%, vindo da primeira prensagem das azeitonas, que foram processadas a frio (processo que preserva os nutrientes e matém o sabor). Quanto mais escuro, mais o sabor é acentuado.
Auxilia na redução do LDL. Sua ingestão no lugar de margarina ou manteiga pode reduzir em até 40% o risco de doenças do coração e aumenta o HDL.
Quantidade recomendada: 15 mililitros por dia ou uma colher (de sopa rasa). Cada grama de azeite tem 9 calorias. 1 colher de sopa tem 125 calorias.

6. TOMATE
Devemos comer o ano inteiro. Diminui 40% de câncer de esôfago, se você comer apenas um tomate por semana. Um tomate cru de tamanho médio contém somente 25 calorias.
Tem licopeno, retarda envelhecimento das células da próstata. O cozimento do tomate facilita a absorção do licopeno pelo corpo, portanto o molho de tomate cozido é melhor do que o tomate cru.
Coloque azeite de oliva no tomate, para absorver melhor o licopeno.
Se for beber suco de tomate coma alguma nozes antes (gordura), pois facilita a absorção do licopeno.
10 colheres de molho de tomate ingeridas semanalmente podem reduzir em 50% o risco de ocorrência de 11 tipos de câncer. Além de ser uma boa fonte de vitamina C, o tomate é ideal para quem quer perder peso, pois contém poucas calorias. 0 tomate funciona como antitóxico e laxante e ajuda o organismo a combater infecções. Além disso, é um excelente depurador do sangue. Também é rico em sais minerais, tais como: potássio, sódio, fósforo, cálcio, magnésio e ferro.
Nunca compre tomates com manchas escuras, partes podres ou emboloradas.
Nem compre os verdes, que amadurecem fora do pé, pois eles têm menos vitaminas que os maduros. Escolha sempre os bem vermelhos, firmes e com a casca lisa. Auxilia na prevenção do câncer de próstata.
Quantidade recomendada: uma colher e meia (sopa) de molho de tomate por dia.

7. CASTANHA-DO-PARÁ
Auxilia na prevenção de problemas cardíacos. Também ganhou o selo de redutora de doenças cardiovasculares da FDA. Ao ingerir cinco ou seis nozes antes da refeição, você se sente saciado mais rápido e por mais tempo. As mulheres ficarão 3,4 anos mais jovens e os homens, 4,4 anos.
Ela é fonte de vitamina E selênio, que colaboram para frear a produção de radicais livres, desacelerar o envelhecimento e reduzir o risco de doenças do coração. O mineral, ingerido em doses recomendadas (entre 55 e 70 gramas por dia), previne câncer, atua no
equilíbrio do hormônio da glândula tireóide, fortalece a imunidade, reduz a toxidade de metais pesados e age no combate aos radicais livres.
Apenas uma noz é suficiente para suprir as necessidades diárias de selênio no organismo humano.
A castanha-do-pará, por exemplo, já ficou famosa por seu alto teor de selênio, mineral que atua no equilíbrio da tireóide (evitando oscilações de peso), previne tumores, fortalece o sistema imunológico e protege contra a ação dos radicais livres.

8. IOGURTE
O iogurte semi ou desnatado tem mais cálcio por porção do que qualquer outro laticínio. É também uma importante fonte de proteínas, zinco e vitaminas A e do complexo B.
O valor desse alimento está nos 6 milhões de bactérias probióticas (benéficas à saúde) por mililitro.Além de equilibrar a microflora intestinal, elas auxiliam no trabalho de absorção dos nutrientes, prevenindo infecções causadas por fungos, melhora a imunidade, aumentam a absorção de cálcio pelo organismo, controla o colesterol
e reduz o risco de câncer. A sua ingestão é uma fonte de ajuda no crescimento das crianças. Mais ainda: o iogurte atenua as olheiras.
Um copo de iogurte por dia já traz todos esses benefícios desde que não tenha corantes, conservantes, espessantes nem adição de açúcar – tudo isso pode atrapalhar a sobrevivência das bactérias no organismo-.
A quantidade de cálcio diária ideal para ser ingerida é de 1000 a 1200 mg ao dia após a menopausa. Um (1)copo de iogurte tem aproximadamente 300 mg de cálcio. Calorias: 90.

9. SEMENTE DE LINHAÇA
Diversos estudos indicam que a linhaça é uma das principais fontes de ácidos graxos do tipo ômega 3. Trabalhos científicos já comprovaram que o óleo de linhaça tem 60% de ômega 3, enquanto o óleo de salmão tem metade, ou seja, 30%. Portanto é uma ótima opção para quem não gosta de peixe ou não pode ter acesso a ele e pretende obter a proteção daquele óleo que é fundamental à nossa saúde.
O ômega 3 é protetor contra as doenças cardiovasculares, pressão alta, trombose, desenvolvimento e crescimento das crianças, doenças auto-imunes, diminui o colesterol, ajuda a controlar o açúcar no sangue e, inclusive, melhora o ressecamento da lágrima. Pode também ativar o metabolismo, auxiliando a combater a obesidade.
Aumenta a imunidade devido ao alto poder antioxidante; previne câncer de mama e próstata.
O alimento é extremamente rico em ácidos graxos ômega 3, baixa o colesterol ruim e a taxa de triglicérides devendo ser consumidos de preferência diariamente, no café da manhã. Estudos recentes atribuem à linhaça propriedades que ajudam a controlar os hormônios. Ela amenizaria os efeitos da TPM e os fogachos da menopausa.
Para diminuir o colesterol ruim (LDL), sintomas de TPM e menopausa, consuma diariamente 1 colher (sopa) de semente de linhaça triturada sobre os alimentos.
A semente de linhaça ajuda na prevenção do câncer de mama por neutralizar a ação do estrógeno sobre essa glândula. A semente de linhaça protege e evita a formação de tumores, pois contém 27 componentes anticancerígenos um deles é a LIGNINA (fitoesteróides), substância que imita o estrógeno. Contém 100 vezes mais Lignina que
os melhores grãos integrais. Nenhum outro vegetal conhecido até hoje tem esta quantidade de lignina. Estes benefícios estão relacionados ao fato da lignina ser a precursora dos hormônios enterodiol e enterolactona e estes exercerem atividade sobre o nível de estrogênio.

10. UVA
Tem muitas fibras e tem resveratrol, flavonóide da casca da uva, que deixa sistema imunológico e as artérias mais jovens, reduzindo câncer, derrame, perda da memória e doenças cardíacas. O resveratrol também sendo relacionado com a inibição da carcinogênese.
Com propriedades laxativas e diuréticas, as uvas estimulam as funções do fígado, deixando você bem-disposta e com a pele mais bonita. Tem mais: além de serem boa fonte de vitamina C, ferro e potássio, elas contêm pectina (fibra) e bioflavonóides, que evitam o envelhecimento precoce.
A uva vermelha ou preta, presente no suco, ajuda a aumentar o colesterol bom e evita o acúmulo de gordura nas artérias, prevenindo doenças do coração.
Tanto a casca quanto a semente da uva, utilizadas na fabricação do vinho, possuem substâncias antioxidantes, conhecidas como polifenóis, poderosos aliados no combate aos radicais livres.

Fonte: Enviado por e-mail.

Deixe um comentário

Older Posts »
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.